Alfarrábios do Generoso: PRAZERES TEMPORAIS E ESPIRITUAIS

Alfarrábios do Generoso: PRAZERES TEMPORAIS E ESPIRITUAIS:     .  Praticamente, a totalidade dos seres humanos vive alheia à sua própria dimensão espiritual. Toda e qualquer sensação de ...

PRAZERES TEMPORAIS E ESPIRITUAIS

   




. Praticamente, a totalidade dos seres humanos vive alheia à sua própria dimensão espiritual. Toda e qualquer sensação de prazer, neste mundo, se resume na satisfação de uma necessidade. 

    Sim. Somos todos, como indivíduos, escravos de nossas próprias necessidades. E somente tendo-as atendidas é que nos damos por felizes e alegres. Felicidade, em termos carnais, se resume em sermos satisfeitos sobre aquilo ou aquela sensação sobre o que nos falta.

    As chamadas alegrias terrenas, todas elas temporárias e de tempo marcado, podemos dizer que se origina de uma carência a ser atendida.

    E a humanidade, com os olhos fechados aos verdadeiros prazeres espirituais, ocupa-se em, cada vez mais, refinar os prazeres, vizinhos próximos dos pecados capitais. Não digo isto no sentido religioso, mas por falta da palavra certa que me acuda nesta exposição.

   Vejam só: o prazer da alimentação advém do desconforto da fome, e eis que papas da gastronomia, dia e noite, se ocupam em refinar suas iguarias para propiciar gozo no ato de comer. Explícito estímulo em favor da gula. 

    A tal ponto isto é verdadeiro - o fato de tudo o que nos gratifica os sentidos, sempre nasce das limitações com que nascemos ao entrar neste casulo e carne, tão constante em suas exigências.

   Espirrar é um grande alívio. Quem não sabe disso? E no entanto resulta de uma irritação nasal. O orgasmo, igualmente, só existe por conta de uma insatisfação, um desejo que extrapola as glândulas sexuais em busca do socorro na ejecção, de duração relativamente mínima nesse prazer de intercambiar secreções.

   Admito não ser  nada poética esta postagem. É de se admirar, sim, a capacidade humana em refinar suas sensações prazerosas. Ele não se alimenta apenas para se nutrir. Associa o prazer gastronômico de iguarias das mais apetitosas.

   Na higiene, atentos aos reclamos do olfato, criam-se perfumes maravilhosos. Quanto mais caros, melhores. E assim é em tudo nesta vida, da qual quase nunca damos conta de que é um breve sopro sobre um boneco de carne, que tem a sensação de ser oco, e sem cuidar de atender, em outro nível, os prazeres da Alma.

   As alegrias espirituais (e ninguém me convencerá jamais que Deus não seja Alegria), essas passam anestesiadas, alienadas, ignoradas pela maioria entre nós. Por serem perfeitas, não há nelas o que aperfeiçoar ou fazê-las mais atrativas.

   Aqui, num reforço à tese de que as alegrias de vivências espirituais, cumpre lembrar que não é por desilusão, por complexo ou por fastio mundanos que os monges se afastam do meio social e encontram a real felicidade sob um tenda ou uma cabana.

    Na realidade, não necessariamente, para se experimentar os gozos do Espírito há que se tornar um monge ou monja. Nem sequer há necessidade de religião.  É o bastante o lembrar-se de que a carne, por si mesma, é como " a erva do campo que murcha e seca".

     Na busca dos valores eternos, através da prece e da meditação, as pessoas descobrem e experimentam sensações maravilhosas. Ao ponto de tornarem suas vidas cada vez mais simples, como uma flor que a Natureza faz brotar em qualquer lugar.

     Ouvindo pessoas - e a partir da minha própria vivência (e foram muito poucas) com relação ao sentimento de plenitude espiritual, a impressão experimentada é que o Universo é de uma harmonia incrível e indescritível. 

    Mesmo nesses estágios, de se abrir para o que "os olhos não viram nem ouvido algum escutou" o mundo carnal ainda insiste, mesmo nesses momentos de gozo divino, em apontar este ou aquele problema. Só que, o Espírito faz calar tudo o que é matéria, tudo o que é meramente humano e se ecnontra aquela paz, de que falou o Grande Mestre, Jesus Cristo : " A PAZ QUE EXCEDE TODO O ENTENDIMENTO".

Alfarrábios do Generoso: CRISE ENTRE CARNE E ESPÍRITO

Alfarrábios do Generoso: CRISE ENTRE CARNE E ESPÍRITO:       Aqui deponho - o que raríssimas vezes faço - algo bastante subjetivo, mas, pelo que tenho constatado, não sou exceção única nesse q...

CRISE ENTRE CARNE E ESPÍRITO


     Aqui deponho - o que raríssimas vezes faço - algo bastante subjetivo, mas, pelo que tenho constatado, não sou exceção única nesse quadro crítico, de balançar entre o céu e o mundo.

   Alguém, com razão, afirma que as pessoas que aderem à religião protestante, em seus muitos matizes para escolha dos novos adeptos, é que eles se tornam tristes. Mesmo aqueles bem-humorados, passam a imprimir uma feição mais séria frente à vida, e assim se vê mudada a personalidade do crente.

 Há 40 anos leitor de Joel S.Goldsmith, fundador d'o CAMINHO INFINITO, autor de vários livros e, a princípio, emitindo suas lições por fitas k-7, aos poucos absorvi - não perfeitamente - os ensinamentos desse grande místico.
  
 Longe de mim ter perdido o amor pela vida. Por este existir humano, onde provenho de uma família que me acolheu até com mimos excessivos, tanto dos pais, quanto dos avós e tios.

 Nos últimos tempos, acerca de um ano, tenho experimentado mudanças nas aspirações e muitos dos meus mais chegados amigos têm observado que muitas das coisas que me fascinavam, hoje não representam nada.

E esta condição é realmente crítica. Pois o Mundo Espiritual é muito difícil de se penetrar e nele permanecer a maior parte do tempo., A vida terrena é uma intimação a que lhe devotemos o máximo de nós.

Então fico no meio-termo, sempre a buscar a Paz "que excede todo o entendimento", mas ao mesmo tempo, sendo obrigado a cumprir o meu papel terráqueo. Trata-se, literalmente, de uma crise.

A solidão tem feito muto bem, porque a convivência com Deus, as meditações, sempre são gratificantes e propiciadoras de bom ânimo e serenidade. Mas a vida requer alternativas opostas, onde temos que imergir e não coincidem com a vereda espiritual.

Talvez você, caro internauta, esteja a passar por este mesmo dilema, e sobre o qual não lhe assiste um poder decisório. O meu nível já está mais para o Espírito do que para a Carne - entendida esta última expressão, como as coisas e ilusões deste mundo.
 
Todavia, ao mesmo tempo, fico num território fronteiriço - e talvez aconteça com você que está nesta mesma situação - entre o pensar, sentir e viver neste mundo e tentar abrir a porta celeste da espiritualidade pura, onde se encerra a verdadeira realidade.

Possivelmente, só o tempo e a dedicação maior a períodos de reflexão, meditação e prece poderão, com certeza, elevar-me à estabilidade de minha alma, um tanto desiludida com as regras e valores terrenos.





Alfarrábios do Generoso: JOEL GOLDSMITH

Alfarrábios do Generoso: JOEL GOLDSMITH: Joel Goldsmith é considerado um dos mais respeitados místicos ocidentais do século XX. Fundou, nos Estados Unidos, um movimento espiritual d...

Alfarrábios do Generoso: OMISSÃO BRASILEIRA É COVARDIA COM A VENEZUELA

Alfarrábios do Generoso: OMISSÃO BRASILEIRA É COVARDIA COM A VENEZUELA: Confesso não dispor de  lastro suficiente para julgar, mas tudo indica que a História das Américas julgará a omissão do Brasil em relaç...

OMISSÃO BRASILEIRA É COVARDIA COM A VENEZUELA






Confesso não dispor de  lastro suficiente para julgar, mas tudo indica que a História das Américas julgará a omissão do Brasil em relação  à terra irmã, Venezuela, pelo momento extremamente carente (de tudo) aí na nossa barba.

 Que tipo de País Cristão o Brasil pode se considerar, ante omissão com o próximo tão próximo num autêntico ranger de dentes e de dor. Até Donald Trump que está mais longe colocou o assunto na pauta com Michel Temer. 

Algo pode e deve  ser feito. O Brasil pode, sim, socorrer, até certo grau, uma Nação que está in extremis.




Geraldo Generoso
Jornalista Mtb 33.788 - Membro da OJESP - Ordem dos Jornalistas de São Paulo - Brasil

A FÉ É A RESPOSTA Á SUA GRATIDÃO|

                                          A FÉ COMO RESPOSTA Á SUA GRATIDÃO

     A Escritura Sagrada, em que pesem pontos polêmicos, que se misturam lá no Antigo Testamento, é, em última análise um livro de muita lucidez e praticidade.

      Muitas vezes, o calor dos pregadores - das muitas denominações cristãs -, se exaltam nas palavras, e de fato emociona falar sobre a Fé, a Esperança, o Consolo misterioso do Santo Espírito de Deus.

      Porém, o que a Bíblia Sagrada registra, são táticas tão simples, que de tão simples passam a se tornar tremendamente complicadas e inexplicáveis.

      Nesta oportunidade, escolho falar sobre uma passagem - e há várias menções sobre esta prática, que é Clamar e Agradecer. Com uma condição bem clara: agradecer antes mesmo de receber a Graça solicitada a Deus.


      Constatamos, sem esforço, que o mundo pulverizou o dom da fé em milhões de coisas, que não a Fé que realmente remove montanhas. Que é promotora da fartura, da paz, da harmonia e de todas as Graças Divinas.

        Cremos em bombas, em governos, em crises ou boas marés. Afinal, cindimos em mil pedaços esse tesouro que nos é de nascença, que aprendemos em criança, dotados que somos na infância, ao dom de acreditar.

        O Mestre Jesus destacou a Fé com uma ferramenta de sobrevivência para todas as nossas circunstâncias. Principalmente aquelas que nos desafiam, num mundo cada vez mais complexo e inexplicável, apesar dos milagres humanos da tecnologia.

       Aquela pessoa,  mesmo não muito dado ao hábito de frequentar um templo, eu gostaria de acrescentar, não como dica vulgar, mas como fechamento de pedido em qualquer prece, externar a Deus o agradecimento pelo que se pretende receber.

      A expressão cristã, "Peça e dar-se-vos á" efetiva-se, como que num triângulo aonde se deixa a terceira ponta ignorada. Tente isto. PEDIR COM FÉ E AGRADECER DESDE JÁ.

      Porque quando você entrega sua palavra a Deus, ciente da justeza de seu pedido, sem prejuízo de ninguém, - pense bem, tenha certeza : a palavra vertida de seu coração para os seus lábios se transformam na Palavra de Deus. Já não é mais a sua palavra, mas a Palavra Dele, o Verbo que cria mundos e mundos num Universo infinito. 

       Esta lição não me pertence. Ela veio do próprio Cristo, cujas palavras jamais passarão no correr dos séculos e milênios. Lembre-se do que Ele disse a uma das pessoas a quem amorosamente atendeu um pedido que lhe foi feito e viu cumprido o solicitado:


A TUA FÉ TE CUROU.
     

Alfarrábios do Generoso: EXISTEM REENCARNAÇÃO, CÉU E INFERNO?

Alfarrábios do Generoso: EXISTEM REENCARNAÇÃO, CÉU E INFERNO?:            A vida nos surpreende, desde os  primeiros vagidos, neste mundo carregado de mistérios. Eu até diria "Milagres&q...

Alfarrábios do Generoso: COMA A BANANA, NÃO, A CASCA

Alfarrábios do Generoso: COMA A BANANA, NÃO, A CASCA:            A vida nos surpreende, desde os  primeiros vagidos, neste mundo carregado de mistérios. Eu até diria "Milagres&q...

EXISTEM REENCARNAÇÃO, CÉU E INFERNO?

          




A vida nos surpreende, desde os  primeiros vagidos, neste mundo carregado de mistérios. Eu até diria "Milagres" a cada passo. 

         Ao surgir de uma flor na pedra, o canto alegre de um pássaro em seu voo, o próprio pássaro, sob o céu, sobre  as árvores,  que sabemos também serem, como nós, dotadas de vida

             Tudo o que vemos, ouvimos, cheiramos, tateamos ou provamos em nossas bocas, seja mel ou fel, se envolve em segredos que não se revelam em palavras.

         Mas cumpre nos cuidar para não nos perdermos no mundo das palavras. Há muitas e muitas coisas, circunstância, situações e acontecimentos que não se enquadram em palavras. São sem vozes e sem dimensão e, no entanto, existem e nos desafiam.

          Com as palavras surgem as hipóteses. Vicejam as teses, antíteses e sínteses que deságuam em polêmicas ardorosas, infindas e que sempre nos faz acabar na mesma ...dúvida.

          Não que nossa parte física, material, constituída inteligentemente de átomos, não seja uma máquina milagrosa. Sim, a estrutura, os nervos, músculos, cartilagens, sangue por entre veias e artérias, como caminhos inteligentes. 

         Unido à Alma que vivifica este instrumento,  o qual  desafia a nossa compreensão e faz os cientistas terem ainda muito o que aprender, não há como negar que seja algo miraculoso. 

        Originado de minúsculo ovo fertilizado por um esperma, nos deparamos com uma peça que nenhum artista, nem hoje nem amanhã nem nunca conseguirá elaborar esse todo. Tão simples em sua origem e tão inexplicável na sua evolução.

       Na busca de um resumo sobre os desafios humanos, a vida se fecha, para todos os viventes, no mistério da Morte. 

        A Religião, ou melhor dizendo, os líderes espirituais - eles próprios, mercê da condição humana, ao que tudo indica não têm a última palavra sobre essa passagem, ou saída definitiva da existência, que se revela  obrigatória e igual para todos nós.

      E aí, das indagações íntimas e profundas de cada ser humano, surgem teorias, como se os muitos milagres do Criador já não se tivessem  feito visíveis, até mais do que os olhos podem ver e os ouvidos escutar.

      Alguns acreditam que,  passada esta fase terrena, irão para o céu, com coros angélicos como trilha sonora de um lugar indescritivelmente belo e feliz.  

     E, comodamente, ainda imaginam existir um inferno para os pecadores, principalmente aqueles que são seus inimigos e adversários na experiência terrena. Num meio termo precário, o Purgatório, para queimar os pecados veniais.

     Outros acreditam que passaram e passarão por  várias vidas, de encarnação em encarnação para poder evoluir e chegar à condição de iluminados, aptos ao desfrute do Paraíso Interior e exterior no Universo.

     Enfim, uns até acreditam que  a morte é um sono longo e serão despertos quando soar a trombeta do Juízo Final.

    Não seria mais fácil apenas se contentar com os milagres que vê a cada minuto ? Será que essa imensidão, no micro e no macrocosmos não é suficiente para se reverenciar a Força da Vida Criadora de onde tudo emana e para onde tudo volta?

   Oras, bem pensado, por que não adotar uma filosofia mais enxuta e mais direta, simplesmente adorando cada passo que empreendemos sobre o chão sagrado que palmilhamos neste mundo. 

    Por que não simplificar nossas ideias e expectativas, a partir de saber-se que tudo revela beleza, verdade e amor a cada passo, num mundo onde nada existe que não esteja sob  o controle de uma Inteligência Infinita, que os próprios sábios não conhecem e não sabem explicar?
  
    Não bastassem as perguntas que pipocam a cada passo da  vida, em termos espirituais, urge que simplifiquemos as questões ao máximo.
   
     Importa, acima de tudo, a busca de uma conexão com o Poder Infinito, sem perguntas supérfluas que os religiosos insistem em sustentar, por mero dogmatismo sem se prender ao que é fundamental.

    Um exemplo ilustrativo, entre tantos, é a discussão se Maria, mãe de Jesus, o Cristo, teve outros filhos além Dele. Há até quem se firme na hipótese de que Jesus tenha se casado.

   Se casou ou não, e tudo indica que não se casou, a palavra Dele tem o mesmo peso, os ensinamentos Dele são tão avançados que nem chegaram ainda ser usados plenamente. Se o fosse, o mundo não estaria no que está, e perigando para um fim trágico.

   Ocupar-se de minúcias e detalhes secundários com respeito à Espiritualidade, bem pode ser comparado a alguém que joga a banana fora para comer a casca. Um contrassenso de inteiro mau gosto.


   Seja o que for que nos aconteça, a mim ou a você, eu só digo em tom conclusivo, numa bem cômoda e lúcida fé:

     - DEUS SEMPRE TEM  UM INFINITO DE COISAS BOAS PARA NOS OFERECER, ALÉM DO NOSSO PRECÁRIO, HUMANO E LIMITADO ENTENDIMENTO.




       

Alfarrábios do Generoso: NÃO JOGUE FORA A GRAÇA DIVINA

Alfarrábios do Generoso: NÃO JOGUE FORA A GRAÇA DIVINA:               Pe. Generoso - Ordenado pela Igreja Católica Sertaneja Todas as evidências nos demonstram, à farta, a disposição amor...

NÃO JOGUE FORA A GRAÇA DIVINA

             

Pe. Generoso - Ordenado pela Igreja Católica Sertaneja

Todas as evidências nos demonstram, à farta, a disposição amorosa de um Poder que não podemos descrever.  Que ainda não criamos palavras para defini-Lo. 

             Mas ainda que nos incapacite, o limitado entendimento, as próprias pedras proclamam este Amor misterioso, que faz romper dos próprios túmulos, uma flor insistente a nos surpreender, por tão inusitado aparecimento.

           E eu penso, que arrebatados ou submersos numa hipnose coletiva, nós nos fazemos cegos, surdos e mudos a esse apelo para as belezas da vida e as Graças que se derramam em todos os lugares.

          Quão insignificante é o tempo que dispomos a contemplar as bênçãos do Criador, ocupados na nossa escravidão do dia a dia. Das obrigações com as quais  justificamos, hipocritamente, nossos compromissos humanos.

        A dádiva da  vida, que não pode vir de outra fonte que não o nosso Creador e verdadeiro Pai, nós malbaratamos em vãs preocupações pelo comer e vestir. 

       E hoje, no mundo moderno, que por inspiração vinda do Alto a irmãos mais atentos à Inteligência infinita, gozamos de tantas mordomias, tantas comodidades que exigem preço, mas que apareceram no mundo para nos fazer mais felizes.

     Então se multiplica a nossa   avareza, num mundo pródigo em tudo, e além dele, o mundo Invisível, do qual provém tudo o que vemos e tateamos. 

     Neste infatigável afã de sempre querer-mais, para malbaratar e fazer com que passem os nossos dias entre um e outro lamento, inebriamo-nos por falsas luzes, que se apagam a cada noite que o sono nos arrebata para o leito.

    Quando aparentemente venturosos, com fartura de víveres, vestes e amores terrenos, aí que nos fazemos ainda mais perdidos, por conta da desconexão com a Fonte de Vida e Amor de onde proviemos e que somos de sua genealogia.

    Você, que ora me lê, pode estar no cárcere, num hospital, em perigo na terra, no mar ou no ar, ouça esta minha súplica a seu próprio favor: com esse cérebro e esse coração que Deus te confiou, volte-se para Ele, converse com Ele, entregue-se a Ele. 

    Ainda que por simples experiência, você que é ateu, pode fazer isso. Deus não ama menos o ateu do que o crente. Ele te ama tanto quanto amou a Abraão, Isaque e Jacó - que proclamaram Sua existência com a própria vida, além de simples palavras.
 
    Volte-se agora para o Pai Celestial, o único Pai verdadeiro. Não precisa sequer mover um passo. Ele está em você mesmo, mais próximo do que suas mãos e pés, mais próximo do que o seu próprio fôlego.

     Experimente esta prática. Deus é tão simples que se nos torna difícil alcançá-lo, porque nós complicamos tudo. Deus não tem burocracia. 

   As portas do céu do seu coração estão sempre abertas para você deixá-lo entrar e mudar a sua vida a um ponto tão alto e tão lindo, além de sua mais otimistas e  mais ousadas expectativas.

    

AMIZADE VALE MAIS QUE OURO









Uma das principais razões pelas quais muitos bons relacionamentos murcham é o surgimento de um “parceiro para a vida toda”, possivelmente uma “alma gêmea”, mas definitivamente uma distração. Quando isso acontece, muitos de nós sucumbem ao charme e os colocam em primeiro, por último e no meio das pessoas com quem queremos passar um tempo. Assim, aqueles que têm sido fiéis companheiros, aqueles com quem podemos fofocar no telefone ou marcar um café ou um almoço, são abandonados pelo novo “grande e único” em nossas vidas. Foi um grande conselho do autor do livro sobre Runas Celtas, Ralph Blum, “deixar os ventos dos céus dançarem entre vocês”. Infelizmente é o que o recém apaixonado raramente faz!
Há algum tempo, uma velha amiga, de longa data, veio à minha porta com uma vasilha coberta e anunciou que ela estava me apresentando o bolo da amizade, um bolo da amizade alemão que se chama Herman e que tem circulado o globo como se fosse uma corrente por carta, provavelmente desde logo após o começo dos tempos. A vasilha continha um pedaço de massa e uma lista de instruções escritas à mão para o futuro bem-estar de Herman para serem realizadas ao longo dos 10 dias subsequentes.
Nós rimos quando eu li a folha que começava com uma advertência: “Meu nome é Herman, sou um bolo de massa azeda e preciso ser mantido na sua bancada da cozinha por 10 dias sem a tampa. Eu morrerei se me colocar na geladeira. Eu morrerei se eu parar de borbulhar.” As regras exigiam que Herman fosse mantido em uma vasilha de dois litros, coberta com um pano de prato. Ele precisa ser mexido nos dias dois e três e alimentado com pequenas quantias de farinha, açúcar e leite antes de ser mexido e colocado novamente para dormir sob seu cobertor, o pano de prato.
Os dias cinco, seis, sete e oito necessitam de uma mexida mais vigorosa para manter a massa viva e no ponto. No dia nove ele fica com fome novamente e precisa de mais farinha, açúcar e leite para saciar seu apetite. Neste ponto, você divide a massa viscosa em quatro porções iguais, entrega três porções para amigos com cópias das instruções e adiciona à porção que você guardou uma quantia de ingredientes de bolo incluindo ovos, especiarias, óleo, maçãs cortadas, nozes e passas antes de encerrar a vida passada de Herman, ou seja, assá-lo e servi-lo à nova e decorada nata fresca.
Pelos primeiros dois dias eu estava encantada, mas no dia três eu o esqueci completamente e no quarto dia me encontrei resgatando-o de seu suspiro da morte na 11º hora, literalmente às 11h da noite, com o complemento dos ingredientes.
Resumindo a história pela metade, decidi que eu realmente não gostava do Herman. Era como ser responsável por um bichinho virtual tirânico, como um Tamagotchi do tipo que foi frequentemente banido das salas de aula dos anos 90 porque os professores frustrados tinham suas lições interrompidas por alunos alimentando e exercitando seus filhos eletrônicos. Eu não gostava da responsabilidade de cuidar dele, de atender suas necessidades ou do espaço que ele ocupava na minha modesta cozinha.
Posso até ter pensado possivelmente em pendurá-lo para os pássaros, mas eu realmente queria cortá-lo e distribuí-lo aos meus amigos? E mais tarde eu queria adicionar uns quarenta reais de ingredientes à sua massa misturada e esmagada há dias para um prato ligeiramente menos tentador que vísceras com creme? Antes de responder, tenha em mente que a última vez que fiz um bolo eu tinha tranças e um uniforme escolar e agora estou sacando uma aposentadoria.
Em um momento insensível de firme decisão eu, sem piedade, joguei o Herman no lixo junto com conteúdo do aspirador de pó. Herman se misturou com a poeira e suas últimas bolhas explodiram. Porém, Herman vive nas cozinhas de incontáveis vítimas de amizades encerradas e também online ao toque de um motor de busca. Procure por ele se você quiser conhecê-lo. Não serei responsável por suas ações lhes passando a receita.
Amigos, leitores, posso dizer pela experiência: Se você gosta de alguém e o valoriza, então demostre o que essa pessoa traz para a sua vida.  Dê-lhe tempo, uma conversa, um ouvido amigo ou um presente que não venha agregado de responsabilidades e culpa. Ligue para ele, lhe escreva uma carta, envie um cartão. Convide-o para um almoço. Convide-o para dividir uma agradável garrafa de vinho, e converse entusiasmadamente sobre as coisas que importam na vida, ou as coisas que não importam, principalmente! Façam um passeio juntos, uma jornada de meditação, divida qualquer coisa que você tiver na despensa que cozinhe em 20 minutos e desapareça com o lavar da louça, mas, independentemente do que decidir para fortalecer essa maravilha faculdade que chamamos de amizade, não lhes dê um bolo de amizade.

Alfarrábios do Generoso: VC PODE RECEBER UMA BOA BOLADA

Alfarrábios do Generoso: VC PODE RECEBER UMA BOA BOLADA: $$$$$ NO BOLSO FAZ BEM DEVOLUÇÕES DA CONTA DE LUZ               Boa notícia para empre$as e re$idências !!!             Sem exc...

VC PODE RECEBER UMA BOA BOLADA

$$$$$ NO BOLSO FAZ BEM

DEVOLUÇÕES DA CONTA DE LUZ 



             Boa notícia para empre$as e re$idências !!!

            Sem exceção, todo consumidor de energia elétrica sofreu, nos últimos 60 meses (5 anos) descontos indevidos na conta de luz. Por decisão do STF, os valores pagos a mais serão devolvidos e, representa, mesmo que sua conta seja residencial e não tão elevada para o seu bolso, um dinheiro extra que não lhe fará mal nenhum.

           AGUARDO SEU CONTATO PELO E-MAIL:

           braunaster@gmail.com
                            
TELEFONES:

Fixo: 14. 3344.1260

Celular Vivo: 14. 9979-32511

     "       TIM  14. 98116.4154

             


Alfarrábios do Generoso: ERA HUMANA PRÉ-DINOSSAUROS ?

Alfarrábios do Generoso: ERA HUMANA PRÉ-DINOSSAUROS ?: Boa tarde Autor ROBERTO FRAGA MOREIRA COMPARTILHO NESTE BLOG UMA   POSSIBILIDADE ? Roberto   J .  Fraga   Moreira Segundo...

ERA HUMANA PRÉ-DINOSSAUROS ?

Boa tarde
Autor ROBERTO FRAGA MOREIRA
COMPARTILHO NESTE BLOG

image1.JPG
UMA POSSIBILIDADE?
Roberto JFraga Moreira

Segundo a ciênciao mundo em que vivemos tem 4, 5 bilhões de anos e a vida surgiu por aqui  3,5 bilhões de anosprimeiramente na forma de bactérias e depois em formas mais complexasO homem sapiens acerca de 350 a 200 mil anos atráse somos(?) o produto de um processo evolucionário oriundo dos primeiros primatassendo que a civilização mais antiga encontrada até agora data de aproximadamente quarenta e cinco mil anos

Nesta contagem cronológicasabemos(?) que os dinossauros habitaram o nosso planeta por um período de milhões de anose foram extintos por um imenso asteroide que caiu  66 milhões de anos na Península de YucatánMéxicoo que permitiu aos mamíferos dominarem completamente o pedaçoSe assim não fossemuito provavelmente estaríamos entocados até hoje

Mas existe a possibilidade de que em períodos bem anterioresoutros grupos humanoide organizados se encontrarem ainda escondidos sob toneladas de sedimentos acumulados ao longo de milhões de erasesperando apenas que revelada as presenças em períodos cronológicos bem afastados aos estipulados pela ciência

Essa suposição encontra respaldo devido a regular descoberta de artefatos conceituados fora da sua épocacomo foi o caso de um martelo de ferro com cabo de madeira que estava encrustado em uma rochacuja idade foi estimada em milhões anosTemos ainda o chamado dispositivo de Anticíteradescoberto por mergulhador em perto da ilha do mesmo nomee que revelou ser um calculador astronômico do século 8 a.Caproximadamenteporém altamente complexo para o períodocapaz mesmo de prever ciclos astronômicos com muita precisãoinclusive eclipsesAlgo inimaginável para a tecnologia existente à épocaQuem o teria construídoComo conseguiram desenvolver um mecanismo tão avançado que se assemelha  a um computador analógico

Não bastasse essa descoberta desconcertanteforam encontradas em outros locais pegadas fossilizadas pertencentes a humanoides ao lado da outras feitas por dinossaurosAté mesmo detectamos vestígios de uma reação nuclear ocorrida nas minas do Gabãona África milhões de anosfora outras descobertas que estariam sendo encobertas do grande público por variadas razões

O que isso provaQue civilizações anteriores à nossa floresceram e se extinguiram ao longo das erasdeixando poucas ou nenhumas evidências de suas presençasComo por exemplo a Atlântida e a LemúriaNão pára por  pouco tempo teriam sido descobertos esqueletos fossilizado na planície de Nascano Perucom somente três longos dedos nas mãos e pésalém de cabeças bem alongadasSeriam alienígenasou somente uma variação da nossa raça que viveu em tempos memoriais

No antigo Egito descobriram figuras desenhadas que se assemelham a aviõeshelicópteros e até esmo a submarinosSeriam apenas pareidoriasDizem os entendidos que não passam de Hieróglifos antigos confundidos como sendo representações de mãquinas modernas.  No fundo dos oceanos foram encontradas diversas ruínas misteriosas e até dois objetos semelhantes a naves espaciais no mar BálticoEste achado continua sendo objeto de análises para descobrir o que representam.

 É verdade que existem muitas especulações e falsificações dessas tais evidênciase mesmo erros de avaliação em relação ao período a que pertencemmas mesmo trabalhando com essa hipótesesempre existe um espaço razoável delas serem reais e o ensejar acobertamento oficial para não provocar um revolução a respeito de nossas verdadeiras origens


O que resta de concretoé a excitante possibilidade da nossa presença remontar a um período muito anterior ao que realmente supomosse considerarmos que novas escavações arqueológicas descobrem regularmente civilizações não catalogada que nos fazem recuar drasticamente no tempoe deixa a quase certeza de que raças evoluídas diferentes da nossa terem perambulado pelo nosso planeta  incontáveis geraçõessem disso termos tomado pleno conhecimento até o momento.




-- 
 "Alfarrábios do Generoso"
http://geraldogeneroso.blogspot.com/
Aberto Dia e Noite.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...