Alfarrábios do Generoso: O DECÁLOGO DIVINO -10 MANDAMENTOS

Alfarrábios do Generoso: O DECÁLOGO DIVINO -10 MANDAMENTOS: Até o momento, à altura deste 3.o milênio, esse código de ética, atribuído a Javé, escrito numa táboa entregua a Moisés, ainda não foi sup...

O DECÁLOGO DIVINO -10 MANDAMENTOS

Até o momento, à altura deste 3.o milênio, esse código de ética, atribuído a Javé, escrito numa táboa entregua a Moisés, ainda não foi superado. 

   Um dos fatores que os protestantes, hoje cindidos em várias seitas, é sobre a Idolatria. Literalmente entendido como a devoção a ídolos. 

  No entanto, essa questão de adorar ídolos é muito contestado pelos católicos, porque eles veem apenas a imagem como um símbolo. Que aliás, na maioria das vezes não coincide com o alvo de suas devoções. 

    Todos sabemos o quanto os judeus se abstinham de artes plásticas. Daí a figura de Jesus Cristo não pode ter sido retratada em hipótese alguma. Não havia fotografia, Israel não se ocupava de pintura e, de escultura, nem pensar.

  Portanto, o mandamento de "AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS E NÃO TERÁS OUTROS DEUSES DIANTE DE MIM", certamente faz com que muitas pessoas religiosas, ao entender essa ordenação ao pé da letra, não se preocupam em cultivar um séquito de ídolos.

Ídolos que até parecem úteis, aprovados e até louvados por tantos carolas e fanáticos pela Bíblia. 

Neste quadro se situam os amantes do dinheiro, do luxo, da luxúria e, curiosamente, até do trabalho. 

E o que são todas essas coisas, quando colocadas como sentido supremo da vida, deixam de ser ídolos. Até mais perniciosos e reporváveis para quem venera  uma imagem da Virgem Maria ou um crucifixo de Jesus Cristo.

Qualquer benquerença que se coloque acima de Deus é uma idolatria. Porque nada permanece. Na vida, as coisas mudam como as nuvens do céu. Tudo é mutável e perecível.

 Mesmo as coisas e pessoas mais formosas, trazem suas limitações naturais e sua fatalidade decretada, mais dia, menos dia. 

Amar a Deus é abrir uma via para o Infinito Amor que Ele mantém com cada criatura. Deixou este mandamento a nosso favor, como os demais 9 mandamentos, todos para que tenhamos uma vida nos conformes do Bem e da Justiça.

Claro que Deus não precisa de nosso amor, tão pequeno, tão limitado, tão tímido e tão volúvel. 

Essa ordem para que O amemor acima de todas as coisas tem o condão de nos abrir uma via para conviver com o Amor eterno do Pai Celestial.

Aliás, é até uma condição básica para se cumprir as demais indicações com mais facilidade. Quem ama a Deus acima de tudo, é incapaz de matar. Nem passa por essa tentação. É incapaz de furtar, de roubar a mulher do próximo ou cobiçar-lhe os bens e valores.

Nesta postagem destaquei este Mandamento e comentarei sobre os damais. Mas este é o básico, o fundamental, na vida até mesmo de um ateu. 

Ainda que este descrente não acredite na existência de Deus, nada o impede de amá-Lo pelo simples levar um viver correto e respeitar a Natureza, onde Deus colocou todas as Suas Mãos.

Alfarrábios do Generoso: PRECE É UMA CONTRADIÇÃO ?

Alfarrábios do Generoso: PRECE É UMA CONTRADIÇÃO ?:       GERALDO GENEROSO - BRAZIL Seria quilométrica a lista das preces que, supostamente, possam não terem sido atendidas, no context...

PRECE É UMA CONTRADIÇÃO ?

     



GERALDO GENEROSO - BRAZIL
Seria quilométrica a lista das preces que, supostamente, possam não terem sido atendidas, no contexto enorme dos fiéis que se valem desse expediente. 

     Sejamos honestos, não há como negar que grande parte, ou a maioria de nossos pedidos nos voltam sem resposta ao que ansiosamente rogamos ao Criador.

    Todavia, como a maioria de nós tememos a Deus, no sentido específico mesmo de ter medo, contemporizamos nossa decepção com o mero dizer de que DEUS SABE O QUE FAZ, NOS NÃO SABEMOS NEM O QUE FALAMOS.

   Não deixa de ter um fundo de verdade, mas se escavarmos bem fundo esse coração, frustrado por não ter sido respondido pelos Céus em sua ânsia pelo que lhe parece justo e consentâneo com o Amor Divino, lá bem escondida está uma frustração silenciosa, mas real.

   Entre os ultradevotos, como foi o caso de um meu amigo, hoje com 98 anos de idade, ao perder a esposa mesmo tendo rogado tanto ao Alto pela cura do câncer de sua amada companheira, ele simplesmente virou ateu.

  A sorte dele foi o fato de ser um naturalista e enlevar-se de contínuo pela precisão da Natureza, tanto nas grandes quanto nas pequenas coisas. E o mais curioso é que ele passou a ser mais feliz. 

  Assimilou a  verdade de que ele não era o único, vítima de uma dolorida viuvez que tencionou durar para sempre. Desiludiu-se de religião, mas não usava de blasfêmias ou da tática idiota de esmurrar o ar, simplesmente porque Deus não quis conservar-lhe viva a sua cara metade, que ele dizia ser mais cara do que ele próprio.

    Não me passa pela cabeça a pretensão de explicar essas furadas que se dão nas preces. Mas num primeiro ponto, todos temos que admitir, a partir da deducação de que Deus é sábio, o único digno desse adjetivo, certamente Ele não precisa de nossos conselhos para fazer o que achar que deve ser feito.

   Em segundo lugar, ao criar o homem, fazendo ligar-se uma Alma a um corpo material, Ele dotou cada um de nós dos poderes necessários para realizarmos o possível e melhor em nossas vidas.

   Outra situação a ser encarada, é que Ele não precisa de bajulações, seja em cânticos ou orações prolongadas ou feitas para serem repetidas e repetidas nas novenas e nos cultos.

   Na verdade, tudo o que se refere a Deus é mistério. E o respeito a essa questãoo nos libera de estar continuamente a rezar, rezar, rezar.
Não que a Oração seja nociva ou inócua. 

    Quando oramos saímos do foco deste mundo de  loucuras e contradições e abrimou um espaço de comunhão com o mundo espiritual, invisível, de onde tudo provém e  se faz visível, ainda que temporariamente.

   Na Meditação é possível abrir os canais com os quais o Criador nos dotou e abrir as comportas do Poder que Ele nos cofere, até nos chamando de Seus filhos.

   E o Mestre Jesus, Aquele que completamente conseguiu realizar a divindade dentro do Reino dos Céus que O habitava, e habita em mim e em você, nos ensinou que "o reino de Deus está dentro de cada um".

  É de boa prática orar pelos enfermos, pelos encarcerados, pelos infelizes de modo geral, pois com certeza (digo isto minha conta), Deus se alegra porque esse ato de orar pelo próximo proclama nossa fraternidade entre cada um de nós e nosso próximo, o que proclama a Deus como Pai de toda a humanidade.

Alfarrábios do Generoso: POEMA A UMA MULHER TRISTE

Alfarrábios do Generoso: POEMA A UMA MULHER TRISTE: Pense e comente se isto também já lhe aconteceu... Geraldo Generoso   Quem fez a lágrima Que é o sal do rosto ? Não foi...

Alfarrábios do Generoso: AS RESPOSTAS DE DEUS

Alfarrábios do Generoso: AS RESPOSTAS DE DEUS:       Alguma resposta Deus sempre proporciona aos que a Ele se dirigem. Seja numa prece ou num lamento, o Criador ouve até o clamor das pró...

AS RESPOSTAS DE DEUS


      Alguma resposta Deus sempre proporciona aos que a Ele se dirigem. Seja numa prece ou num lamento, o Criador ouve até o clamor das próprias pedras.

GERALDO GENEROSO - BRAZIL


     A verdade é que o homem foi construído, desde a primeva semente dupla (óvulo e espermatozóide) de uma forma inteligente. Pedir mais aos céus, o que quer que seja, é redundância. É fechar os olhos e o coração para o que já se veio dotado.

    Há clareza nas escrituras sobre o quanto difere o tempo nosso e o tempo de Deus.  Porém, a cada vez que alguém se volta, não propriamente com palavras, mas com atitude, uma resposta sempre existe.

   Isso você pode obserar na sua própria vida e na vida daqueles de seu convívio. Creio que a dificuldade de sintonia - e de fato existe - de uma Alma para com seu Criador está na questão da intensidade.

  Sim, porque o Amor de Deus é um mistério, pela qualidade, quantidade e intensidade que nenhum de nós, enquanto vestidos de carne, podemos conjecturar. Nem de longe isso é possível, porque de um lado está um Amor Infinito e, de outro, o nosso amor por Deus que deverá sempre ser sobre Todas as Coisas nem sempre se sincronizam.

   Mas mesmo naquelas horas de angústia, desespero, descrença e blasfêmia até, há um poder silencioso que colhe nossas impressões, que nos segura em Seu infinito colo de Pai

  Na questão da prece, talvez invertamos a operação necessária. Em lugar de falar muito com Deus, que até é bom como desabafo, mas somente isso, o ideal é ouvir o que Ele tem a nos dizer.

 Há que ser uma parada voluntária no pensamento. Pois pensamento não é poder. É preciso ir bem fundo, na atitude para alcançar a altitude, e deixar o coração aberto para a luz divina nele penetrar.

 Vá ao espelho e contemple seu corpo. O que você tem a ver com esse corpo que você carrega? Absolutamente nada. Ele veio do invisível como a sua própria Alma. A responsabilidade por tudo e por todos e por cada um, não nos pertence. 

  Se aqui Deus nos colocou, certamente estará conosco a cada segundo de nossa vida, sejam em bons ou maus momentos, se alguém tentar sentir a Sua Presença, Ele retornará com a solução mais adequada a nossa vida, em termos de eternidade.





Alfarrábios do Generoso: FILHOS, POR QUE NÃO TÊ-LOS ?

Alfarrábios do Generoso: FILHOS, POR QUE NÃO TÊ-LOS ?:      Geraldo Peres Generoso - Escritor e Jornalista  Já disse e repeti aos prezados internautas que este blog é, literalmente, um d...

FILHOS, POR QUE NÃO TÊ-LOS ?

    




Geraldo Peres Generoso - Escritor e Jornalista
 Já disse e repeti aos prezados internautas que este blog é, literalmente, um diário das minhas impressões que, a rigor, não se subentendem definitivas.

    Principalmente quando redijo meus desabafos de "marca quente",  para usar uma expressão gaúcha, do sul do Brasil. Mas o que penso é o que penso, e fazer o quê? Mesmo nos maiores disparates, sempre há um fundo de verdade no que ouvimos ou lemos.

   O tópico de hoje é o TER FILHOS. Acho mesmo que, se existe carma, como ensinam os espíritas, quem é pai ou mãe é porque tem  dívidas a resgatar. E não falo por mim próprio, mas por mim mesmo e também por 99,9 % dos casais dos quais nascem filho(s). 

   Se é filho único, então, o problema se potencializa ainda mais. Sim. Porque se está bem, até certa idade, e agora os filhos com os pais até depois dos 35, a preocupação é a de que possam não ficar bem, de saúde ou a qualquer pretexto se enredem em marginalidade ou consumo de bebidas e drogas.

  Em sã consciência, ninguém pode negar o que estou afirmando. Vejo e sinto o meu próprio drama e dos demais pais, a quem sou solidário. Alguns, eu não sei por masoquismo, (por gostarem de sofrer) veem nos filhos bênçãos inigualáveis.

  Ou será por temer dizer a verdade que lhes passa pela alma, nessa penosa condição de gerar um filho  do qual não faz a mínima ideia de como vai ser de saúde, de caráter, de vontade de progredir e trabalhar, enfim, de ser um bom cidadão ou cidadã.

   Mas como?  -  me perguntará você. Então vamos deixar o mundo se acabar numa velhice, sem ter continuidade? Não se preocupe, sempre haverá aqueles que sonham que terão filhos diferentes da maioria dos pais, seus amigos, vizinhos e conhecidos. 

   A humanidade já está com superávit de gente. Bota 6 bilhões em número e veja quantos zeros comportam. Não se avexe, o mundo não acabará em morte por velhice, sempre alguém apostará no futuro que desconhece e que, no mais das vezes, é ingrato.

    Num mundo onde 1,3 bilhões sofrem de depressão; onde 100 famílias detém 90% da riqueza mundial; num planeta com 800 milhões de pessoas abaixo da linha de pobreza, sem ter o que comer.

    Será que um filho agradeceria por nascer num mundo e num tempo como este? Tenho minhas dúvidas. Acho que os filhos se vingam dos pais, ao lhes dar tanto trabalho, até pela revolta de os tê-los trazido à vida que não se lembram de ter pedido.

   Enfim, esse é o meu recado. Vemos que a maioria do santos e dos grandes homens não tiveram filhos. Porque o desafio é tão grande que recuaram diante dessa possibilidade.

   E os grandes homens que foram pais, na maioria, sofreram com eles o que Judas amassou com as botas. 

  Vamos pensar melhor antes de dar esse salto no escuro. 
   Um abraço a cada um dos meus internautas e votos de Paz e Felicidade em suas vidas. É o que  lhes desejo de coração.

   

Alfarrábios do Generoso: POESIA A MORADORES DE LÍNGUA PORTUGUESA.

Alfarrábios do Generoso: POESIA A MORADORES DE LÍNGUA PORTUGUESA.: PRESTE  UMA  HOMENAGEM POÉTICA ESPECIAL  ÀS PESSOAS QUERIDAS Geraldo Generoso - Made in Brazil ⤊�� Dentre todas as injustiças, ...

POESIA A MORADORES DE LÍNGUA PORTUGUESA.

PRESTE  UMA  HOMENAGEM
POÉTICA ESPECIAL  ÀS PESSOAS QUERIDAS

Geraldo Generoso - Made in Brazil ⤊🔺

Dentre todas as injustiças,
a que mais dói 
é a do esquecimento.

Nesta e em outras Postagens, você irá se deparar com acrósticos - um tipo de poesia, em que as iniciais do homenageado aparecem ao início de cada verso. 

Pode ser um acróstico para o seu pai, mãe, irmão ou mesmo um amigo ou amiga. Namorado ou namorada, e ser colocado em uma placa inox (de preferência) ou outro material, à sua escolha.

Esta modalidade de homenagem está à disposição - e tem recebido grande aprovação da parte de quem oferece e dos que receberam este mimo - aprovação absoluta e total.

Sem demora, em seu endereço, em qualquer ponto do País, ou dos países de Língua Portuguesa, você recebe em seu domicílio, na modalidade da placa que escolher, sua homenagem pronta para entrar no coração da pessoa amada.


Confira, nesta oportunidade, alguns modelos das homenagens que cativaram a alma de tantas pessoas, do presente e aquelas que já residem em nossa saudade, mas nunca morrem em nossas mais amadas lembranças. 



 Esta homenagem foi gravada em placa inox, na escola de Ipaussu que leva o nome do insigne e saudoso Prof. Jayme Ferreira.


Acima, o Projeto de Placa, com fundo marca dágua de uma Escola, que a professora Análise Marquesi Ramos é patronesse.


Esta acima de Alberto Maistro foi uma homanagem póstuma prestada pela família.


Nesta homenagem prestada ao sr. Jorge Garrocino, a arte final incluiu duas paixões que ele sempre nutriu em vida: sua olaria (representada por um tijolo), e o esporte, obviamente representado por uma bola.


AGUARDO O CONTATO DE QUALQUER PESSOA QUE TENHA A SENSIBILIDADE E A CERTEZA DE QUE A MAIS PURA MANIFESTAÇÃO DE AMOR CONTINUA E CONTINUARÁ SENDO A POESIA.




CONTACT 

GERALDO GENEROSO
(14) 997932511
IPAUSSU - SP - BRASIL

ou

braunaster@gmail.com

- AGRADEÇO AOS AMIGOS QUE COMPARTILHAREM ESTE BLOG. QUERO ENCERRAR A VIDA COM O
MAIOR NÚMERO DE POEMAS DESSE NAIPE,
QUE ALEGRA, EMOCIONA E RESSALTA O AMOR







Alfarrábios do Generoso: ISRAEL : AQUELE QUE "BRIGA" COM DEUS

Alfarrábios do Generoso: ISRAEL : AQUELE QUE "BRIGA" COM DEUS: Blog significa Diário, registro de impressões e sentimentos  momentâneos. Portanto, pode ser que, em alguma postagem logo após esta, eu v...

ISRAEL : AQUELE QUE "BRIGA" COM DEUS

Blog significa Diário, registro de impressões e sentimentos 
momentâneos. Portanto, pode ser que, em alguma postagem logo após esta, eu venha a expressar o oposto do que está aqui. Mas o que me passa no momento, é isto. Bom Dia !


PERES GENEROSO


        Neste título, as aspas (") são minhas. Meu sobrenome materno, ainda que remotamente, comprovei ser de origem judaica: PERES. E de vez em quando, nem sempre, me assoma essa dolorosa disposição de "brigar" com Deus.

  E até não são por grandes questões, ou de natureza exclusivamente pessoal, mas penso que, ao nos colocar neste mundo, Deus nos encerra num cipoal de contradições. A partir mesmo do que recomendam as próprias religiões.

     O capitalismo sustenta e mantém todos os ingredientes da injustiça que provém, no mais das vezes, do próprio berço. Aliás, maioria, a ponto de dispensar aqui citar estatísticas de quantos bilhões vivem abaixo da linha de pobreza.

       Veio o comunismo há 100 anos (pela Revolução russa de 1917). Igualmente, as injustiças não se contentaram em ao menos se atenuar. 

          Mortos em número de milhões, pelos Stalins russos, pelos Maos Tse Tung da China. Sem contar os crimes inomináveis, com requintes da mais refinada crueldade, do extremo-direitista Adolf Hitler.

        Pois bem, mesmo nas épocas de aparente paz, a fome faz suas vítimas em vários pontos do planeta. Ordena a religião que "tabalharás com o suor do teu rosto", e nem sempre isso é possível. Olhem a leva de desempregados, desocupados, premidos a serem vagabundos por força do sistema que impera em nível mundial.

     Também a religião ensina que devemos amar a vida e, principalmente, o próximo. Oras, como é difícil encontrar, às vezes, um próximo que se habilite a receber o amor a que nos obriga o mandamento cristão !

         Por outro lado, ensina-se também a "morrer para este mundo" para renascer para a vida eterna. 

     Meu Deus, o que será que querem de nós ? Se o mundo pula de vida, na flor que arrebenta o asfalto por baixo e mostra uma força tão misteriosa e sublime, como não amar tudo isto?

    Fala-se, os ultrarreligiosos, em se fazer penitências...Como se a vida não fosse uma longa ou curta penitência, a partir do nascimento, em que se exila do lugar seguro de um útero para um mundo que tudo nos quer tirar?

    Fala-se que é preciso ter fé. E quanto não sofrem os fervorosos, resignadamente por obrigação, a um mandamento no mais das vezes impraticável?

    Pois bem, amigos. É o que sinto neste momento. Talvez, por algum milagre, eu volte a expor impressões mais felizes.

     Todavia, o que mais prezo, é a sinceridade, a franqueza e aqui fica o registro de meu dia de hoje, deste novembro calorento, com a televisão mostrando que no Brasil nada vai mudar.  Que a corrupção vai permanecer.

   Sim, porque muitos políticos cassados, presos por crime explícito de roubos (covardes, porque o ladrão verdadeiro pelo menos corre o risco de ser preso pela polícia ou morrer em tiroteio). 

   Nada disso acontece. Já estão aparecendo políticos festejados por lideranças insensíveis e irresponsáveis, como registram os jornais da minha região de Ourinhos, Mesorregião de Assis, Divisão Estadual de Marília de S.Paulo.

  Tudo vai ficar como antes sem termos em quem confiar. Então, vamos nos conformar e acreditar que, mais dia menos dia, o próprio planeta, pelas mãos dos próprios humanos, terá o seu final por conta da irresponsabilidade e do desajuste em viver num mundo tão contraditório e tão hostial.



Alfarrábios do Generoso: HUMORISTAS SÃO SANTOS DESCANONIZADOS

Alfarrábios do Generoso: HUMORISTAS SÃO SANTOS DESCANONIZADOS: QUE ME PERDOEM OS SABICHÕES MAS ACHO  O HUMOR  MAIS SÁBIO  DO QUE A PRÓPRIA SABEDORIA. GERALDO GENEROSO (autor do livro HUMOR MORE...

HUMORISTAS SÃO SANTOS DESCANONIZADOS

QUE ME PERDOEM OS SABICHÕES

MAS ACHO  O HUMOR  MAIS SÁBIO 

DO QUE A PRÓPRIA SABEDORIA.

GERALDO GENEROSO (autor do livro HUMOR MORENO, Editora CLUBE DOS AUTORES, BRASIL)


     A frase acima não nasceu espontânea de meus pensamentos. Li algures, entre os muitos livros que leio ao mesmo tempo, e até a trasncrevi no na minha obra HUMOR MORENO.

     Pense comigo, e não vai lhe exigir tanto esforço, como são trágicas as vidas dos santos. Mesmo as menos desafortunadas, se constrói, dia após dia, de enunciar orações e a se empenhar em sacrifícios e penitências, não se sabe a saldo de quem.

    Que preço pagam nossos entes santificados - pela igreja ou pela sociedade mundial - para após a morte (esse mistério indevassável) serem invocados e glorificados e, no mais das vezes, deles ainda se esperam, ou até se exigem milagres?

   Os autores e atores humoristas, a que título sejam, são, em meu entender, mais caridosos ou tanto quanto os grandes santos da nossa História.

     Você lê, por exemplo "O Asno de Ouro", ou por outro título mas a mesma obra "O BURRICO LÚCIO", de Luciano de Samosata,  e depois folheie um livro sobre algum santo ou alguma santa que, presume-se, ganhou o céu, que a gente vê até certo ponto. 

    Até agora não entendi porque RABELAIS, autor humorista francês é, relativamente, tão pouco lido. E a gente sabe que uma piada alivia esse fardo diário a que somos condenados, por uma graça imediata, que vem lá do fundo e não se acanha em explodir numa gargalhada.



MAZAROPI


CHACRINHA


Costinha
Jô Soares


   CHICO ANYSIO,


 o nosso São Francisco do riso, que mesmo de cara séria nos trazia o alívio de olhar para este mundo e esta humanidade, a forma que merecem: com ironia e sarcasmo.

  Podemos falar dos vivos (2017), como    
 JÔ SOARES. Rapidíssimo no gatilho das frases e gênio criador da mais bendita das bênçãos: a alegria efetiva de poder sorrir.

   Voltando ainda aos que brincaram de partir, nós aqui do Brasil tivemos AMÁCIO MAZAROPI, a interpretar o nosso caipira, que de bobo nunca teve nada, e rendo graças pelas graças que ele nos proporcionou e ainda continua a nos dar por seus filmes tão singelos e tão cheios de sábio humor.

   Mas, concluindo, a maior parte das pessoas, creio que todos nós, somos masoquistas, mesmo disto não dando  a devida conta. Quantos não perdem suas noites com novelas cheias de tramas de traição, ódio, malquerença, amores infelizes que, quando dá certo, isso só ocorre ao final, com a cena quase ultrapassada de um casal de noivos subindo ao altar.

   Você, leitor, abre a Bíblia (e não só a judaico-cristã, mas igualmente a budista, ou a muçulmana) e é só luta, injustiça a prevalecer sobre o que é justo, sacrifícios, mortes, dores, sofrimentos. 

Ronald Golias


   Ah, merecemos uma trégua. Vamos abrir os olhos e os ouvidos, atentamente, para a herança do nosso impagável RONALD GOLIAS, COSTINHA, mesmo o CHACRINHA (um sarrista que sabia dar uns bons tapas na vida madrastra de si e de tantos).

   Estamos combinados? Vamos valorizar o humor, sem nenhum remorso ou sensação de pecado. Evoco aqui as palavras do grande sábio chinês LAO TSE, que escreveu firmemente sobre o que ele entendia sobre o TAO : 

Se DELE não se pudesse rir, ELE não seria verdadeiro.

  Portanto, vamos buscar no humor a verdade que liberta, quando nos mostra que, no mais das vezes, este mundo em que vivemos nada mais é do que uma mentira que não resiste à verdade de uma gargalhada.



Alfarrábios do Generoso: A TERRA ANALISADA POR UM E.T. (I)

Alfarrábios do Generoso: A TERRA ANALISADA POR UM E.T. (I):      Muita gente não acredita, mas os alienígenas se dão ao estudo da história do Planeta Terra. Ao modo deles, extraem conclusões esquisit...

A TERRA ANALISADA POR UM E.T. (I)


     Muita gente não acredita, mas os alienígenas se dão ao estudo da história do Planeta Terra. Ao modo deles, extraem conclusões esquisitas, exóticas e até dignas de humor, quando estudam o passado e o presente dos terráqueos.

    São muito curiosas as interpretações e descrições desses estudam. Todavia, cabe observar, eles (os etês) não dispõem de material de estudo além dos que dispomos em forma escrita, desde as idas eras da escrita na pedra e nos pergaminhos.

   O que chama a atenção é o ponto de vista que um estudioso E.T. expõe em suas considerações e deduções, dignas de uma peça teatral, de um best e longseler ou de um filme de longa metragem. Talvez até uma novela da Globo no antigo horário das 7 da noite.

  Em seus continuados e insistentes estudos, obviamente discorrem com entusiasmo sobre o que leram e deduziram sobre a história da Terra, já em seus primórdios.

  Em exaustivas pesquisas, não por outros indicativos do que os disponíveis aqui na Terra, descobriram, através de seus espiões, muita coisa interessante.

   Primeiro, que a Terra era um lugar para ninguém botar o mínimo defeito. Nem mesmo os etês asturianos, pelo que leram, consideraram haver mundo melhor.

   Não havia superpopulação. O planeta Terra se resumia em apenas um casal: Adão e Eva. E como eram marido e mulher, viviam nus. Não precisam plantar nada, nem criar animal qualquer para lhes servir de alimento. 

 Alimentavam-se de frutos, não só silvestres, como paradisíacos. Havia tanta fruta que Adão jamais se viu na ncessidade de escavar o chão para retirar uma raiz de mandioca ou batata doce.

Não havia ferramenta alguma. Não precisavam de absolutamente nada para complementar sua felicidade. Não. Tudo era perfeito. Oras, a esse tempo, para se ter uma ideia, a Terra era um jardim chamado Éden. 

Situava-se esse paraíso, segundo registro - e os etês até visitaram esse lugar em tempo recente, no Iraque. Quanta contradição constataram na comparação com o tempo atual desse belo, mas sofrido país asiático.

Nosso primeiro e único habitante, certamente, bem à vontade, em hora que o cansaço ou a monotonia lhe advinha pelo nada fazer (dulce far niente) - estendia-se em sua rede de casal e ali tirava gostosas sonecas ao embalo da canção de pássaros das mais diversas cores e cantos.

Seu exercício, bem como o da esposa Eva (única e sem concorrente) seria a hidroginástica em águas mais puras do que a própria piscina de água mineral da Xuxa, nossa rainha dos baixinhos da Televisão.

A temperatura era sempre suave, com brisas, numa mesma graduação, um motivo a mais para vestir nada. Nem havia moda, por isso a moda era mesmo andarem peladíssimos.

Tudo caminhava muito bem. Mas bota bem nisso. Não havia o que melhorar. Tudo era perfeito. Adão certamente, sob a copa de lindíssimas árvores, deve ter armado um balanço com cipós bem resistentes e passava os dias balançando, a balangar o corpo e o beiço.

Ah, gente. A história e longa e no próximo capítulo, eis a surpresa. Por conta da inocência desse pioneiro e único casal aparece-lhes, do nada, entre os animais, a quem ele tinha a cada um dado o próprio nome e a história sofre uma reviravolta.

Se você apreciar estes pontos de vista dos estudiosos Etês asturianos, dê sua opinião se esta história merece continuidade. Pode mandar em qualquer idioma, que o Etê conhece todas as nossas línguas, até o latim que, injustamente, se denomina como língua morta.

Virá então a parte sequente deste enredo que, com fulcros de verdade e adornados pelas inteligentes deduções do Etê narrante, que se autodenoma Mappon, estaremos a partilhar de uma visão inédita sobre o mundo terreno desde o seu início aos dias atuais.

Sim, esse Etê asturiano, se disfarçou na terra como dedetizador . kkkkk



Alfarrábios do Generoso: TODO TERRÁQUEO É UM FORTE

Alfarrábios do Generoso: TODO TERRÁQUEO É UM FORTE: MESMO JOGADO NUM VALE  DE LÁGRIMAS, O HOMEM ESCALA MONTANHAS E  EDIFICA ARRANHA OS CÉUS. Planejei há tempos escrever um livro sob...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...